Belém – Outras Atrações


Neste último post sobre Belém falarei sobre algumas atrações da cidade que merecem uma atenção especial dos visitantes: o Theatro da Paz, o Mangal das Garças e o Espaço São José Liberto.

Caminhando em direção à Praça da República me deparei com uma belíssima construção: o Theatro da Paz, fundado em 1878, durante o período áureo do Ciclo da Borracha. Atualmente é o maior teatro da região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil, possuindo 1.100 lugares, lustres de cristal, piso em mosaico de madeiras nobres, afrescos nas paredes e teto, dezenas de obras de arte, gradis e outros elementos decorativos revestidos com folhas de ouro. Reza a lenda que a acústica do Theatro da Paz é perfeita!









Mas como a capital paraense está localizada na Amazônia é natural que existam atrações relacionadas a sua fauna e a sua flora, como por exemplo, o Mangal das Garças.

O Parque Naturalístico Mangal das Garças foi criado pelo Governo do Pará em 2005 e é o resultado da revitalização de uma área de cerca de 40.000 metros quadrados às margens do Rio Guamá, nas proximidades do centro histórico de Belém.

O parque possui lagos, aves, vegetação típica, equipamentos de lazer, restaurante, vistas espetaculares da cidade e do rio, tornando-se um dos pontos turísticos mais visitados de Belém.






Logo na chegada nos deparamos com uma arara se alimentando bem acima de nós em uma árvore.



No lago Cavername observamos diversas aves se banhando sem se incomodarem com a presença humana, sendo as mais interessantes os guarás que possuem uma cor avermelhada.








Para variar, a bebida mais consumida na lanchonete do parque era a tradicional Cerpinha. Dessa vez acompanhada da versão “premium american lager” da cervejaria Cerpa: a Tijuca, uma cerveja paraense diferenciada, elaborada com uma das matérias-primas mais puras do mundo - a água da Amazônia e inspirada no bairro carioca de mesmo nome. Assim, podemos defini-la como uma cerveja paraense com charme carioca.



A entrada no Mangal das Garças é franca, exceto nos espaços de visitação monitorada, como o Borboletário, o Viveiro das Aningas e o Farol de Belém, este último uma enorme torre de observação em estrutura metálica de 47 metros de altura e dois níveis de observação, a 15 e a 27 metros de onde se tem uma visão de todo o complexo e de parte da capital paraense.

Como o complexo é muito grande e não tínhamos muito tempo disponível, não conseguimos conhecer todos os seus espaços.




Uma atividade bastante comum em Belém é a confecção de jóias. Em apenas uma rua da capital paraense pudemos avistar umas 15 joalherias lado a lado.

Antenado, o governo do estado do Pará inaugurou em 2002, no bairro Jurunas, o Espaço São José Liberto, um complexo que abrange o Museu de Gemas do Pará, o Polo Joalheiro e a Casa do Artesão.


O prédio onde está localizado o complexo é de 1749, construído pelos frades capuchinhos para ser o Convento de São José. Com a expulsão dos jesuítas do Brasil passou a funcionar como presídio e cadeia pública. Aliás o complexo manteve as grades das celas como forma de mostrar aos visitantes um pouco da história do local.



Na entrada do espaço encontra-se uma capela, onde são realizadas celebrações religiosas, bem como apresentações de música erudita e diversos outros eventos artísticos.



O museu das gemas possui um acervo de 4 mil peças, merecendo destaque um grande bloco de quartzo com 2.500 kg encontrado no vale do rio Araguaia, divisa dos Estados do Pará e Tocantins, com aproximadamente 500 milhões de anos.



Existem no local seis lojas de comercialização de jóias, das quais cinco oferecem peças criadas e confeccionadas sob a inspiração da diversidade cultural da Amazônia.

Finalizando, foi recentemente inaugurado no bairro Umarizal um ponto turístico denominado Ver-o-Rio cujo objetivo era oferecer aos moradores e visitantes uma bela vista da baia do Guajará.

Lá você pode encontrar bares, brinquedos para as crianças, shows musicais, um lago com pedalinhos e um “Memorial dos Povos Indígenas”.

Confesso que não achei nada demais, mas vale a dica!





Comentários

Postagens mais visitadas