Foz do Iguaçu – Hotel das Cataratas

No último feriado nacional resolvemos ir para Foz do Iguaçu e ficamos hospedados no excelente Hotel das Cataratas. Administrado pela Orient Express é o único localizado dentro do Parque Nacional do Iguaçu, praticamente debruçado sobre as cataratas. Podemos afirmar que é um dos melhores hotéis onde já estivemos – ótimas instalações, equipe super bem treinada, comida saborosa e com uma localização privilegiada.






O nosso voo foi tranquilo e antes de pousarmos tivemos a sorte de a aproximação do aeroporto ser feita sobre as cataratas, bem ao nosso lado. Essas foram apenas algumas das fotos que tiramos com vista aérea das cataratas. Naquele mesmo dia, mais tarde, fizemos o passeio de helicóptero pela empresa Helisul que realiza voos de 10 minutos sobre as cataratas, o que rendeu ótimas fotos. Mas isso será objeto de um próximo post!






O aeroporto internacional de Foz de Iguaçu é pequeno e mal sinalizado. Saímos no saguão e ficamos um pouco perdidos para pegar o táxi. Pedimos informação. O local onde nos indicaram estava vazio. Saímos então do aeroporto e os táxis estavam lá.

O táxi do aeroporto até a entrada secundária do Parque Nacional do Iguaçu tem o valor fixo de R$30,00. Essa é a parada obrigatória para os hóspedes do Hotel das Cataratas, pois é proibido o ingresso de automóveis não autorizados nas dependências do Parque Nacional do Iguaçu.

Antes de nos deixar na tal entrada, o taxista nos acompanha até a bilheteria para comprarmos o ingresso que nos permite entrar no Parque. Valor: R$ 28,80 por pessoa para brasileiros. Estrangeiros tem um valor diferenciado.





Uma vez na entrada secundária, funcionários do hotel checam os ingressos e verificam nossas reservas. Precisamos aguardar a van do hotel, que passa de 20 em 20 minutos trazendo e levando hóspedes. No local tem uma salinha de espera com banheiro, sofá, tv e água.



Chega a van, e não conseguimos entender direito se o embarque era por ordem de chegada. O trajeto até o hotel leva cerca de 15 minutos. O hotel fica numa localização excelente, à alguns passos das cataratas. Uma vista maravilhosa!



Fizemos o check in (demorado, mas cordial). Quem nos acompanhou até o nosso quarto foi o Ivalnir. Nosso apartamento era o “luxo com vista para as cataratas” e não decepcionou.




O apartamento 3201 tinha uma antessala antes da suíte. Logo percebemos que a cortesia e o bom preparo de toda a equipe era a marca registrada do hotel. Ivalnir nos mostrou nosso quarto e sua fabulosa vista para as cataratas.




São nos pequenos detalhes que um hotel cativa os hóspedes: as “amenities” são da Granado e poderíamos solicitar mais unidades a qualquer momento; nosso quarto tinha um guarda-chuva para os dias chuvosos e uma tomada elétrica dentro do cofre nos chamou a atenção: poderíamos trancar nossos eletrônicos no cofre e ao mesmo tempo ter as baterias carregadas ao final do dia. O hotel oferece sandálias havaianas aos hóspedes como cortesia. Ivalnir disse que se a numeração estivesse errada era só pedir à governança que eles trariam os números corretos. E precisávamos que fossem trocadas. Ele mesmo se encarregou de solicitar a troca. Minutos depois as sandálias do nosso tamanho já estavam lá. Eficiência pura!




No início de cada noite encontramos biscoitos num pratinho sobre o aparador da antessala, água nas cabeceiras, a cama arrumada e, sobre ela, uma bandeja com chocolates e a previsão do tempo para o dia seguinte!  E pela manhã o hóspede que assim escolher no ato do check in, recebe uma edição do “New York Times” no quarto.



O hotel dispõe de 2 restaurantes (Ipê e Itaipu), 2 bares (o da piscina e o Tarobá), um spa, quadra de tênis, academia, lojas, caixa eletrônico e uma belíssima piscina com 3 profundidades.







O restaurante Ipê é o local onde é servido o café da manhã entre 6h30min e 10h.

No primeiro dia tomamos o café na parte interna do restaurante e no segundo à beira da piscina. O café é excelente! Tem até champagne! A variedade é enorme: pães, frios, quentes e também uma funcionária do hotel que fica fazendo omelete com os ingredientes escolhidos pelo próprio hóspede.







Notamos que um fenômeno interessante acontecia pelas manhãs. Chuviscava, mas os pingos eram da nuvem de fumaça que vinha das cataratas.



Na hora do almoço, o restaurante Ipê oferece um serviço de buffet quente + saladas + sobremesa pelo salgado preço de R$95,00. O chef Fábio Del Antonio Taveira foi até a nossa mesa nos cumprimentar e disse que se quiséssemos algo especial, um brinde em algum lugar do hotel era só falar. Falou também sobre o jantar, que seria churrasco!




No jantar o preço do Buffet salta para R$128,00 e inclui churrasco. Na noite que jantamos no restaurante caiu uma chuva torrencial, com picos de luz no hotel (cuja eletricidade não é fornecida pela Usina de Itaipu), e que quase nos impediu de atravessar o jardim até o Restaurante Ipê. Tomamos um champagne e apreciamos o churrasco cuidadosamente preparado pelo churrasqueiro Luis. O jantar é servido de 19h30min às 23h.




Uma tarde resolvemos ir para a piscina e ficamos em uma mesa muito bem localizada. Pedimos um suco (R$12,00) e uma lata de bohemia (R$ 13,00).  As bebidas vieram acompanhadas de uma porção de azeitonas e amendoins.

Depois experimentamos o queijo coalho ao mel de engenho, cachaça velha e tamarindo, mas não caiu bem no nosso paladar.





Já o restaurante Itaipu só abre para o jantar sendo necessário realizar reserva e oferece um cardápio a la carte.

Pedimos ravióli de muçarela de búfala com molho de tomate cereja e bife de chorizo com batata rosti. Ambos estavam deliciosos!

Assim como no restaurante Ipê, o Itaipu também oferece mesas na parte externa que em noites de lua cheia dão um charme maior ao jantar.



O hotel contém outros espaços bem agradáveis, como uma sala com lareira e um salão próximo à recepção (Dom Pedro).




Uma boa dica é subir até a torre do hotel e apreciar a vista das cataratas lá do alto.



No hotel funciona uma agência de viagem chamada Iguassu Experiences, que orienta os hóspedes na escolha dos passeios e organiza uma caminhada matinal pelas trilhas da floresta até as plataformas de observação sobre as cataratas. O preço do passeio é R$35,00.

Outro passeio organizado pela Iguassu Experiences é o “Passeio da Lua Cheia”, também exclusivo para os hóspedes do hotel e que ocorre em noites de lua cheia para vislumbre de um raríssimo arco-íris lunar. O passeio dura aproximadamente 90 minutos.

O parque também oferece um passeio similar aos visitantes denominado “Luau das Cataratas” cujos ingressos devem ser adquiridos no próprio dia na bilheteria do parque.



À noite o Hotel das Cataratas fica ainda mais bonito, sendo impossível resistir à uma boa sequência de fotos.







A pior parte da nossa estadia foi deixar o hotel, pois passamos 3 ótimos dias por lá e já estávamos sentindo saudade de toda a mordomia antes mesmo de chegar ao aeroporto (valor do táxi até o aeroporto – R$20,00).

No próximo post comentaremos como foi a nossa experiência de sobrevoar as cataratas do Iguaçu a bordo de um helicóptero. Até lá!


Comentários

Postagens mais visitadas