New Hampshire – Kancamagus Highway

A NH Highway 112, mais conhecida como “Kancamagus Highway”, ou simplesmente “The Kanc”, é considerada uma das rodovias mais bonitas dos Estados Unidos, tendo um total de 85Km de extensão, sendo que os seus primeiros 55km - de Conway a North Woodstock - possuem localidades consideradas como as mais belas para se apreciar a “fall foliage” no mês de outubro.




A palavra “Kancamagus” é de origem indígena, significa “o destemido” e era o nome do neto do índio “Passaconaway” (“filho do urso”), responsável pela união de 17 tribos que habitavam a região central da Nova Inglaterra que deu origem à Confederação Panacook.

Kancamagus tentou continuar com o sonho do avô e do pai “Wonalancet” de manter a paz na região, mas com a chegada dos ingleses que trouxeram a guerra, teve que fugir com a sua tribo para o norte de New Hampshire.

“The Kanc” tem início em Conway e lá já temos 3 pontes cobertas para visitar. Além das duas citadas no post anterior (Saco River e Swift River), existe uma linda ponte coberta que pode ser acessada nos primeiros quilômetros da estrada – a Albany Covered Bridge.



De volta à Kancamagus, podemos já observar um pouco das exuberantes cores da “fall foliage”.





A estrada faz parte da White Mountain National Forest e para manter a sua estrutura é cobrada uma taxa de U$3,00 por veículo/dia. Porém, com a paralisação dos guardas florestais, os visitantes não tinham como efetuar o pagamento.



Continuando, chegamos a uma das áreas mais procuradas da estrada, a “Rocky Gorge Scenic Area” que conta com belíssimas paisagens, muitas de tirar o fôlego.





Dirigindo mais um pouco chega-se à região da Sabbaday Falls, porém não conseguimos vaga para estacionar, tanto na ida quanto na volta, pois o lugar estava lotado!

Um pouco mais adiante surge um mirante chamado de “Sugar Hill Scenic Vista”, de onde temos uma bela vista das montanhas.



Quase chegando à Lincoln, encontra-se a “Loon Mountain”, uma estação de ski cujas gôndolas que levam os turistas até o topo estavam em pleno funcionamento, o que nos “forçou” a dar uma paradinha e subir até o alto da montanha. Valor da subida: US$16.00





Lá do alto podemos observar toda a imensidão das White Mountains, incluindo um pequeno lago – o Loon Pond.



Chegando ao final do nosso destino – North Woodstock, resolvemos parar para almoçar e foi ai que descobrimos a Woodstock Inn, Station & BreweryNão tivemos dúvida: seria um ótimo lugar para uma refeição.

Lá funciona um restaurante, uma pousada e, é lógico, uma cervejaria. Além de ser um dos locais históricos de encontros de motoqueiros e onde se localizava a antiga estação ferroviária de Woodstock. Lembrando que essa Woodstock não é aquela famosa pelo festival de música de 1969 que fica no Estado de New York.






Resolvemos sentar em uma mesa na parte externa do restaurante e pedimos um frango à parmegiana e umas costeletas de porco. Para acompanhar decidimos por uma das cervejas lá fabricadas – a “Autumn Ale Brew” que é muito saborosa e tem um leve gosto de canela.


Além dos vários tipos de cervejas fabricadas normalmente, existem outras sazonais, como a que experimentamos, que só é produzida no outono.

Quando terminamos o almoço resolvemos conhecer um pouco das dependências do estabelecimento e verificamos que naquele momento estava sendo fabricada a “4000 Footer IPA”.


A cervejaria oferece uma única visitação por dia, que tem início ao meio-dia. Como já eram por volta das 14h não conseguimos fazê-la. O valor da visita é de US$5.00.

Perguntamos como fazíamos para comprar a cerveja que tínhamos experimentado e fomos informados que eles não vendiam cervejas em garrafa lá na fábrica. Mas nos indicaram uma loja de conveniência localizada a uma quadra dali que vendia todas as cervejas lá fabricadas. Estranho, mas fomos conferir assim mesmo, e na lojinha de conveniência compramos duas garrafas.


Como havíamos chegado ao final do trecho da Kancamagus que planejamos conhecer, resolvemos ir para a Highway 3 e conhecer o Parque Estadual “Fraconia Notch”, mais precisamente a área conhecida como “Flume Gorge”. O valor da entrada é de U$15.00 e o parque está aberto das 9h às 17h de março a outubro.



Após a entrada os visitantes devem percorrer uma trilha que atravessa uma área de paisagens deslumbrantes. Para os que não querem ou não podem andar tanto, existe um ônibus que leva os visitantes até um local mais próximo do final da trilha.




A primeira parada é na ponte coberta “Flume”, que apenas o ônibus que circula no parque pode atravessar. Nós que estávamos na trilha pudemos passar ao lado da ponte.




Continuando, finalmente chegamos no ponto mais sinuoso da trilha, onde temos que cruzar passarelas até chegar na “Flume Gorge”.




Não seguimos a trilha até o final, que incluía uma outra ponte coberta – a “Sentinel Pine Bridge” - e nos dirigimos para uma área onde os visitantes podem esperar o ônibus para voltar até a entrada do parque. Enquanto o ônibus não chegava, conseguimos mais algumas belas fotos da região.



No próximo post continuaremos a contar como foi a nossa estadia nas “White Mountains”, relatando um dos momentos mais incríveis da nossa viagem: subir de carro até o pico do Mt. Washington, o ponto mais alto de New Hampshire. Até lá!

Comentários

  1. Estou adorando a postagem de vocês e as dicas de viagem.Estarei aguardando as dicas da White Mountains.Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado.

      Em breve estaremos publicando mais posts sobre a região das White Mountains.

      Abraço

      Cláudio

      Excluir
  2. Claudio, vocês dormiram onde nesse dia ? Voltaram para North Conway ? Outra coisa, como foi dirigir depois de tomar umas cervas ? De boa ?

    Valeuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Diego, tudo bem por ai?
      Nós dormimos em North Conway mesmo....
      Quanto às cervas, leve um "motorista da vez", ok? No meu caso foi a minha mulher....
      Mas umas duas cervejas não mal a ninguém, certo?
      Abraço
      Cláudio

      Excluir
  3. Então você explorou a região fazendo de base North Conway ? Dá pra ir voltar pra tudo que é lugar ? Estou pensando em colocar 2 dias pra essa região da Kancagamus.

    A idéia seria sair de Ayers Cliff (minha esposa depois que viu o post de onde vocês ficaram, quer pq quer ficar lá... me quebrou ... kkkkkk), e ir pra North Conay. No meio do caminho já ver o Notch State Park e andar pela Kancagamus.

    Dormiriamos em Conway ou North Conway ( ainda não decidi , alguma opinião? ) , e no outro dia iríamo ao Mt. Washington, Wildcat para tirolesa , e Settler Outlet que imaginamos ir a tarde, já que MT. Washington e a Wildcat imaginamos dar pra fazer pela manhã. Dorminiríamos em Conway e no outro dia , rumo a Salem, NH, pra compras , já que lá tem Apple, Bestbuy, um Shopping da rede SImon grandão e tal.

    Vamos fazer mais ou menos o seu trajeto , só que no sentido inverso. NO nosso a gente parte de NY, vai pra Niagara Falls e On the Lake, depois Toronto, Montreal, Quebec, ai Ayers Cliff, Conway, Salem, Boston, NYC.

    Que tu acha ?!

    Quanto as cervas... a minah esposa bebe igual a mim! huahuahuahuahuAhuAhua...

    Valeuuu Claudio, por esta e as outras respostas.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. North Conway é uma boa base para explorar as White Mountains. Conway e North Conway são praticamente a mesma cidade - vc não sabe quando começa uma e termina a outra...

      Ayers Cliff é muito legal!!

      Quanto à Salem, eu acho que vc deveria ir direto para Boston, pois lá tb tem Apple, Bestbuy e vários shoppings. Aliás, existe em Wrentham (cidade bem próxima a Boston) um grande outlet da rede Premium....

      E, cá para nós, Boston é uma das cidades mais legais que conheci. Devo postar ainda alguma coisa de lá, mas tô bem enrolado no trabalho e, paralelamente, organizando nossa próxima viagem de setembro....

      Grande abraço!

      Excluir
    2. Claudio, valeu mais uma vez camarada. A opção por Salem de New Hampshire e não a de Massachussets é as tax. Como em NH é free tax, saio economizando uns trocados ... :D :D :D

      Valeu camarada.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas