Canadá - Chemin des Cantons

Já em território canadense (província de Quebec) rumamos em direção à cidade de Ayers Cliff, onde fica o Ripplecove Lakefront Hotel ou “Auberge Ripplecove”, localizado à beira do lago Massawippi, bem próximo da charmosa rota dos cantões do leste conhecida como “Chemin des Cantons” ou “The Townships Trail”.





A “Chemin des Cantons” é uma rota turística com 418 quilômetros de extensão e passa por 31 cidades, tendo 27 atrações oficiais e outras 8 localizadas nas proximidades. Nós conhecemos um pequeno trecho da rota, mais precisamente a parte localizada na região de Memphremagog.

O hotel Ripplecove é um lugar único! Sentar nas cadeiras à beira do “Lac Massawippi” e admirar a natureza sem se preocupar com o tempo foi um dos momentos mais marcantes de nossa viagem.








Os quartos do hotel são bem confortáveis e o serviço de hotelaria é impecável. Com poucas horas no hotel, a campainha do nosso quarto tocou em duas oportunidades por funcionários perguntando se precisávamos de algo.


O hotel possui um elegante restaurante, o “Le Riverain”. Como o Ripplecove fica em um lugar um pouco isolado, resolvemos jantar por lá mesmo e decidimos pelo “Table d’hôte”, que por 63 dólares canadenses incluía pré entrada, entrada, prato principal, sobremesa e ainda café ou chá. Mas tudo ao estilo francês: bem pouquinho, mas muito gostoso! Para acompanhar pedimos um champanhe, cobrado à parte.

No mesmo restaurante é servido o café da manhã, porém não está incluído na diária.


No dia seguinte, antes de continuar nosso passeio pela região dos cantões, resolvemos tirar mais umas fotos das dependências do hotel e das proximidades.






O hotel conta ainda com um famoso SPA, o L’Arboressence, mas não tivemos a oportunidade de conhecê-lo.

Partimos, então, para a região do Lac Memphremagog, com o intuito de conhecer a “Abbaye de Saint-Benoît-du-Lac”, belíssimo mosteiro beneditino construído perto do lago por monges franceses em 1912.




Chegamos cedo para assistir à missa das 11h que era celebrada em canto gregoriano. Como ainda faltava um bom tempo para o início, resolvemos explorar um pouco a parte externa da Abadia de onde tiramos belíssimas fotos da “fall foliage”.




Os monges passam o dia cuidando de um orquidário, de uma fazenda e das fábricas de cidra e queijos.

A Abadia conta também com uma loja onde são vendidos todos esses produtos produzidos pelos monges. Aproveitamos para comprar uns queijos, uma torta de maçã e um bolo de frutas.


Logo após resolvemos esperar o início da missa e pudemos observar um monge afinando o órgão da igreja. Não assistimos à missa inteira, pois precisávamos continuar nossa viagem. 


Para finalizar o nosso curtíssimo passeio pelo “Chemin des Cantons”, efetuamos uma última parada na cidade de North Hatley, também localizada às margens do “Lac Massawippi”.


A cidade é bem charmosa e já serviu de locação para diversos filmes, entre eles “Secret Window” que recebeu o título “A Janela Secreta” aqui no Brasil e é baseado na obra homônima de Stephen King que conta a história de um escritor vivido por Johnny Depp que resolve se mudar para o interior em busca da inspiração perdida por conta de problemas pessoais.

Estacionamos o nosso carro na rua principal e caminhamos pela cidade em busca de belas fotos.








Antes de partirmos rumo à Quebec City, que será tema do nosso próximo post, resolvemos almoçar no restaurante Pilsen que possui uma bela vista do lago, ótimo atendimento e uma excelente comida. Recomendamos!



Comentários

  1. Bom dia Claudio, tudo bem? Como sempre fotos lindíssimas.

    Uma pena que na nossa viagem para a região da Nova Inglaterra, no próximo dia 26/09, não está incluído o Canadá....

    Seguimos acompanhando o teu blog..

    Abração Luciana


    ResponderExcluir
  2. Bom dia Claudio, como sempre fotos lindíssimas...

    Pena que na nossa viagem pela Nova Inglaterra, no próximo dia 26/09, não está incluso o Canadá...
    Seguimos acompanhando os teus posts...

    Abração Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luciana,
      Tirei uns dias de férias, mas já voltei ao batente!
      Abraço
      Cláudio

      Excluir
  3. Oi, Claudio. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Natalie!
      Notícia muito boa essa!
      Abração
      Cláudio

      Excluir
  4. Olà, cheguei aqui através do VnV!

    Lindíssimas fotos. Já estive no Canadá na época de outono, deslumbrante! Não vejo a hora de voltar e conhecer mais locais do país.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Erika,
      Obrigado pela visita!
      Realmente o Canadá é muito bonito no outono. Foi uma viagem bastante divertida e que renderam belas fotos.
      Essa região sul da província de Quebec é bem legal! Recomendo!
      Grande abraço!

      Excluir
  5. Olá, Claudio, tudo bem?
    Estou me programando para ir ao Canadá agora em agosto. Também prefiro viajar por conta propria, alugar um carro, sem depender das agencias de viagem.
    Mas como não domino bem o inglês, estou um pouco receosa de fazer isso no Canadá.
    Na sua apinião, eu conseguiria fazer esses roteiros alugando um carro e indo por conta, mesmo se dominar bem o inglês?
    Agradeço a dica!
    Ana Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,
      Na província de Quebec o idioma é o francês. Porém, a grande maioria fala inglês.
      Eu não sei nada de francês e falo inglês bem razoavelmente.
      Com certeza a questão do idioma não será um problema.
      Você pode alugar o seu carro sem problemas e dirigir por lá.
      Faça sua reserva pela happy tours (http://www.happytoursusa.com/index.php?idioma=pt) que lá tem sempre preços bons.
      Mas se você tiver qq dúvida é só me perguntar, ok?
      Abraço
      Cláudio

      Excluir
  6. Ola! Lindas fotos, bela viagem.

    Que periodo passou por esta cidade?

    Um abc

    Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras e pela visita Viviane.

      Estivemos nessa região no começo de outubro de 2013.

      Abraço e volte sempre!

      Excluir
  7. Obrigada Claudio. Eh a epoca que pretendo ir.

    Nesta reguao, nss cidades q vc passou tem mais fluencia inglesa ou francesa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, o francês predomina na província de Quebec. Mas, em todas as cidades conseguimos nos comunicar bem em inglês, ok?
      Abraço e volte sempre!

      Excluir
  8. Olá!!! Muito bacana os posts sobre Quebec City e esse aqui. Estou indo pra lá na próxima semana. Meu passeio será de Toronto a Quebec City de trem e depois desço de carro. Vocês acham que o trajeto Quebec - Montreal eu poderia fazer pela Chemim dês Cantons?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Herbert,
      Dá sim, mas seria uma viagem bem mais longa. Seria legal se você conseguisse dormir uma noite em Ayers Cliff ou North Hatley!
      Eu sugiro fazer o percurso pelo Chemin du Roy - http://www.perdidoporai.com/2014/04/canada-chemin-du-roy.html
      Fica um percurso mais rápido e igualmente bonito.
      Abraço e volte sempre!

      Excluir
  9. Olá, muito bacana esse post e o de Quebec City.Vou passear no Canada na próxima semana. Vcs acreditam que o trajeto Quebec City - Montreal poderia ser feito por essa Chemim dês Cantons. Podendo, alguma noção do tempo de viagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Herbert, sem paradas o tempo total seria de umas 4 horas e meia. Mas como você inevitavelmente irá parar pelo menos umas três vezes, calculo que você leve um dia inteiro, ok?
      Abraço e volte sempre!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas