Boston – Informações Gerais

Boston é a capital e a maior cidade do estado de Massachusetts. Também é a maior cidade de toda a Nova Inglaterra e uma das mais antigas dos Estados Unidos.




A principal porta de entrada da cidade é o aeroporto Logan que possui diversas locadoras de automóveis. Para chegar até o prédio (Rental Car Center) onde estão abrigadas as locadoras é disponibilizado um serviço de transporte por intermédio de ônibus – linha azul (blue line).





Esse mesmo ônibus também transporta os visitantes até a estação “Airport” do metrô da cidade – linha azul (blue line).



Aliás o metrô (popularmente chamado de “T”) é a principal opção para se deslocar com rapidez e eficiência em Boston. É o metrô mais antigo dos Estados Unidos, sendo inaugurado em 1897 e atualmente possui 5 linhas – verde, laranja, azul vermelha e a prata.




No próprio aeroporto podemos ir até uma das máquinas e adquirir um “Charlie Ticket”, um passe que dá direito a 7 dias consecutivos de viagens ilimitadas no metrô e alguns outros meios de transporte da cidade.





O processo de compra é bem simples: basta tocar no visor da máquina, selecionar a opção “passes”, depois “1 or 7 Day LinkPass”, escolher o de 7 dias, a forma de pagamento e, em seguida, confirmar a compra e retirar o seu passe.









Nos hospedamos no “The Coppley House”, que na verdade não é um hotel. São apartamentos em quatro prédios super bem localizados na região de Back Bay. O escritório, que também é o local onde fizemos o check in, fica localizado em um endereço diferente de onde nos hospedamos, entretanto bem perto um do outro. Nosso apartamento ficava na Botolph Street, perto de tudo e com estações das linhas verde e laranja do metrô bem próximas.




Porém não existe elevador no prédio. A nossa “sorte” foi que solicitamos um apartamento no primeiro andar, então tínhamos só um pequeno lance de escadas para subir.

Na “The Coppley House” você se sente como um morador de Boston, pois o apartamento tem uma cozinha toda equipada. O quarto tem um tamanho bom, mas já precisa de reformas, assim como o banheiro.

O café da manhã não está incluído na diária, mas a região tem cafés, delicatessens e um supermercado bem próximo, onde a gente comprava os itens do nosso café da manhã.

Caso o viajante esteja de carro, poderá utilizar uma das vagas de estacionamento disponibilizadas na rua de serviço localizada atrás do prédio. Mas há um custo para isso!




Próximo ao prédio está localizado o “Shops at Prudential”, nas instalações do Prudential Center”, um movimentado shopping, em que duas das principais atrações da cidade estão por ali: o passeio pelo Skywalk do próprio Prudential, de onde temos uma visão em 360º da região de Boston e o “Duck Tour”, um tradicional passeio pelas ruas de Boston e pelo rio Charles que parte bem em frente ao Prudential.



Outro shopping bem movimentado é o "Cambridgeside Mall", localizado em Cambridge, acessível pela linha vermelha do “T” (metrô). É só descer na estação Lechmere.


Por falar em shopping, uma boa opção para os fãs dos outlets é ir até a cidade de Wrentham, onde está localizado um “Premium Outlet” a 40 minutos de carro de Boston.



O nosso apartamento ficava também próximo à Coopley Square, uma tradicional praça que é o ponto de chegada da famosa Maratona de Boston, que tinha sido palco de um atentado em 15 de abril daquele ano de 2013. As marcas da destruição ainda eram visíveis.




Mas Boston tem muito mais para ser contado. Por isso não percam os nossos próximos posts que falaremos da Freedom Trail, do Duck Tour, dos restaurantes, da linda vista do alto do Prudential Center e muito mais, começando pela visita à fábrica da tradicional cervejaria Samuel Adams. Até lá!




Comentários

  1. Para 3 dias em Boston devo comprar o ticket de 7 dias ou compro 1 ticket por dia?
    Como faço para alugar este apto?
    Parabéns! Estou encantada com o seu relato e fotos, mas gostaria de saber quantos dias voce ficou em cada cidade pois tenho apenas uma semana para conhecer a New England fall folliage, incluindo Boston
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Drica,

    Vale mais a pena o de 7 dias, pois está saindo por 19 dólares, enquanto que o diário sai por 12 dólares...

    Eu aluguei pelo site do booking.com, mas vc também pode alugar pelo site deles - http://www.copleyhouse.com/

    Quanto aos dias em cada cidade, dê uma olhada no nosso post: http://www.perdidoporai.com/2013/12/outono-na-nova-inglaterra-e-quebec-4000.html

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  3. Claudio,
    Surgiu uma duvida no meu roteiro:indo de Rutland,VT(onde dormirei uma noite) para Stowe,VT devo ir pela Rota 100 ou pela 89?Eu tinha traçado um roteiro assim: Woodstock, Turnbridge(ver as pontes cobertas), Northfield, waterbury, stowe pela rota 89, mas li vários comentários que a rota 100 tem mais paisagens bonitas do Fall Folliage. O que voce sugere?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drica,

      Eu fiz exatamente esse caminho que você está pretendendo fazer, só que no sentido contrário (norte-sul). Parei para almoçar em Quechee. Woodstock é uma cidade bacana também! Eu peguei a rota 100 quando fui de Rutland para Bennington.

      Uma sugestão: eu fiquei hospedado em Rutland, mas recomendaria Manchester para ficar, pois gostei muito de lá.

      Veja mais em:

      http://www.perdidoporai.com/2014/06/vermont-rutland-manchester-e-bennington.html

      e

      http://www.perdidoporai.com/2014/06/vermont-de-stowe-rutland.html

      Grande abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas