Uruguai – Colonia del Sacramento

Colonia é uma dessas cidades encantadoras e tranquilas que merecem uma visita, sem pressa e com o objetivo claro de passear sem ser incomodado por carros e multidões de pedestres.
A cidade uruguaia foi fundada em 1680 por portugueses e, durante anos foi sendo dominada pele Espanha e por Portugal alternadamente.




Sua localização é privilegiada, pois está a uma hora e quinze minutos de barco de Buenos Aires e a duas de carro de Montevidéu, que foi a nossa opção.
Para quem resolve conhecer a cidade a partir da capital argentina, existem três empresas que realizam a travessia entre as duas cidades:

Nos hospedamos no Radisson, localizado a duas quadras do centro histórico. O hotel é bem aconchegante, possui uma boa estrutura, um farto café da manhã e um ótimo restaurante - Del Carmen. Além disso nos oferece uma bela vista do Rio da Prata.




O principal atrativo de Colonia é o seu charmoso centro histórico, meio luso, meio hispânico, declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1995.
Andar pelas pequenas ruas do centro histórico é bastante agradável, pois anda-se sem pressa, com tempo de sobra para admirar as belas e antigas construções da cidade.
Um dos locais mais procurados pelos visitantes é o Portón de Campo, que possui uma ponte elevadiça simulando a entrada nas ruínas de uma antiga fortificação.



No dia que estivemos por lá estava muito calor! Uma boa pedida é parar no El Cali, uma sorveteria artesanal localizada bem em frente à entrada da fortificação.


Caminhando em direção a Plaza Mayor, podemos observar várias belas construções. É lógico que perdemos vários minutos apreciando cada uma delas. A decepção foi a famosa Calle de los Suspiros que é a rua mais famosa de Colonia, mas que, no meu modesto ponto de vista, é superada em beleza por várias outras ruas do Centro Histórico.







Já na Plaza Mayor encontramos uma outra famosa sorveteria – a argentina Freddo.


Em seguida avista-se um dos cartões postais da cidade – o Farol de Colonia del Sacramento, localizado junto às ruínas do Convento de São Francisco.


Adiante, chegamos à rua Misiones de los Tapes onde fica o restaurante Casa Grande, localizado em um pequeno largo repleto de restaurantes. Paramos no Casa Grande para descansar um pouco, pois o calor estava intenso e pedimos umas cervejas geladas para relaxar. Porém, a fome chegou e resolvemos almoçar por lá mesmo. Boa comida!


Voltando em direção a principal avenida da cidade, a General Flores, encontramos um pequeno largo onde está localizada a Basílica do Santíssimo Sacramento, uma bela construção portuguesa, sendo considerada a mais antiga igreja do Uruguai.


Bem em frente à Basílica encontramos o restaurante El Drugstore, um dos mais tradicionais de Colonia. Não provamos da sua comida, mas é um dos restaurantes mais recomendados da cidade.



Na verdade escolhemos para jantar um restaurante bem próximo ao El Drugstore – o Mesón de la Plaza, um dos melhores restaurantes de Colonia, com um agradável ambiente e uma excelente comida.



Outro atrativo da cidade é observar o pôr do sol. Mas antes, que tal caminhar mais um pouco pelo centro histórico descobrindo outros lugares para admirar antes de apreciar o espetáculo da natureza?




O nosso destino era o Paseo San Gabriel, um calçadão murado beirando o rio da Prata, de onde podemos ficar esperando o momento exato do pôr do sol sentados em um dos bancos.


E finalmente nos dirigimos para a mureta do Paseo para observar o pôr do sol no rio da Prata. Bem legal!






Outra opção é pegar o carro e dirigir poucos quilômetros até o balneário vizinho de Real de San Carlos. As atrações por lá são as praias fluviais, a desativada Plaza de Toros e a igreja de San Benito.



O mapa a seguir mostra a localização das principais atrações citadas neste post:

No próximo post falaremos da capital uruguaia - Montevidéu. Até lá!

Comentários

Postagens mais visitadas