COMO CONSEGUIR SEU REEMBOLSO DOS IMPOSTOS (TAX FREE) NOS AEROPORTOS DE LISBOA E DO PORTO

Para ter direito ao reembolso dos impostos dos produtos comprados na União Européia, você não poderá morar em nenhum país que pertence a EU. Somente nessas condições, você terá direito à devolução da carga fiscal, que em Portugal se chama  IVA – Imposto sobre o Valor Acrescentado.
Receber o reembolso do tax free no aeroporto de Lisboa e do Porto é muito fácil. Não se deixe desanimar pela burocracia, porque ela é bem simples. Basta que você tenha tempo e paciência para esperar na fila do aeroporto.


Todo o processo começa já na loja, na hora da sua compra. Saiba que nem todas as lojas participam do tax free e nem todas que participam têm o adesivo informativo colado na vitrine. Em Lisboa são quatro as empresas que oferecem o serviço: a Global Blue, a Premier Tax Free, a Innova Tax Free e a Travel Tax Free. As lojas são credenciadas a uma ou a outra. 


Saiba também que você só terá reembolso nas compras acima de 61,35€ feitas no mesmo estabelecimento e não é qualquer produto que você comprar que terá seu imposto restituído. Muitas das lojas te perguntam se você quer o formulário de tax free, mas isso não é regra. Então, sempre pergunte no estabelecimento que estiver comprando. No final vale a pena, acredite!
Para receber o seu reembolso você irá precisar: do formulário preenchido, assinado por você e carimbado pela alfândega, das notas fiscais dos produtos, do seu passaporte e dos produtos, que devem estar todos com você.
No nosso caso, em Lisboa, a operadora do reembolso das taxas foi a Global Blue. 
O primeiro passo é obter na loja o formulário do reembolso que é entregue junto com um envelope, no caso da Global Blue. Não se esqueça também da nota fiscal. Esse formulário deve ser preenchido com os seus dados e para isso você irá precisar estar com o seu passaporte durante a compra. Comigo aconteceram duas situações diferentes: em uma loja a atendente exigiu que eu estivesse com o meu passaporte. Como eu o tinha deixado no cofre do hotel, não recebi o formulário. Em uma outra loja, a atendente pediu que eu preenchesse um cadastro com os meus dados e gerou o formulário pra mim, todo preenchido, e disse que eu poderia acrescentar o número do passaporte à caneta depois. Enfim... Nesse caso, sei que o pessoal da loja foi bem gentil comigo. Mas não é regra. Portanto, esteja com seu passaporte em mãos para não correr o risco de não receber seu formulário.  A situação é que você terá que estar com o formulário todo preenchido e assinado antes de receber seu reembolso. Tire um tempinho no hotel para isso.
Nos informamos e soubemos que os guichês no aeroporto abrem às 7h da manhã. Então, para você conseguir o reembolso, vai depender muito do horário do seu voo. Chegue mais cedo e faça tudo com muita calma.
Chegando no aeroporto você tem duas opções: fazer o tax free antes de fazer o seu check in ou depois, quando já tiver passado pela segurança. Isso porque antes de passar no guichê da Global Blue, você vai precisar do carimbo da alfândega e eles pedem para ver os produtos. No dia que embarcamos de volta para o Brasil o agente da alfândega estava despachando no guichê de número 103, na área de check in. Mas pode mudar. Se informe no aeroporto. Então, caso você vá despachar os produtos, solicite o seu reembolso antes de passar pela segurança. 


Se os produtos forem na sua mala de mão você pode procurar o guichê da alfândega depois de passar pela segurança.
No nosso caso estávamos levando os produtos na bolsa de mão, não íamos despachá-los. Então fizemos o check in, passamos pela segurança e vimos logo à direita o guichê da Global Blue. Ainda não eram 7h da manhã, mas já tinha uma fila considerável. Então meu marido ficou na fila da Global Blue, enquanto eu fui atrás do carimbo da alfândega, cujo guichê fica no andar superior, ao lado do Free Shop. É só subir a escada rolante ao lado. A alfândega já estava funcionando. Não sei se funciona 24h. Ali também tem fila, porém estava menor que a da Global Blue. 
Já vi relatos de pessoas que não precisaram mostrar seus produtos, mas naquele dia o agente pediu para ver todos os produtos das pessoas que estavam na fila e não validou os formulários de quem não estava com seus produtos em mãos. Então, esteja preparado.
Formulário carimbado, pronto! Desci de volta para a fila da Global Blue, que andou bem rápido, pois meu marido já tinha deixado várias pessoas passarem na frente dele. Uma vez no balcão da Global Blue, é tudo muito rápido: a funcionária te pergunta se você quer receber em dinheiro ou em crédito no seu cartão de crédito e pronto. Tudo resolvido! Vale lembrar que tem um pequeno desconto no seu montante final. Tínhamos direito a 130€ e recebemos 127€.



Já no aeroporto do Porto é preciso ir até a alfândega na área próxima ao check in carimbar o formulário e, em seguida, ir até a loja Nova Câmbios (que representa a Premier Tax Free e a Innova Tax Free) na mesma área e receber seu reembolso. Muito simples! 

Para quem utiliza a Global Blue é preciso ir até a loja de artesanatos, já na zona restrita do embarque.




Se estiver com o tempo apertado ou se os escritórios de reembolso estiverem fechados na hora do seu embarque, não fique triste. Ainda tem solução. Você pode enviar seus formulários (sempre carimbados, lembre-se!) pelo correio para eles e receber seu reembolso pago em seu cartão de crédito dentro de três semanas.
Outra coisa importante: se você estiver viajando por vários países da União Europeia você pode carimbar seus formulários no último país pelo qual estiver passando, antes de retornar ao Brasil.



Comentários

Postagens mais visitadas