Alagoas – Maragogi


Deixamos São Miguel dos Milagres logo após o almoço e pegamos a estrada rumo ao nosso destino da vez – Maragogi.




Inicialmente passamos pela cidade de Porto das Pedras para pegar a balsa. A travessia custa R$15 por carro e leva menos de 10 minutos até Japaratinga.




Do lado de lá fomos margeando diversas praias em Japaratinga, que renderam belas fotos.




Nos hospedamos no resort Salinas de Maragogi, que funciona no sistema “all inclusive” (quando nos hospedamos em 2006 o sistema não era “all inclusive”), e após um grande atraso em nosso check-in, fomos deixar nossas coisas no quarto, simples, mas confortável. Logo de cara eles oferecem, de cortesia, um espumante e um bolinho.


Como o hotel é no esquema “tudo incluído” aproveitamos o primeiro dia para ficar curtindo o complexo, comendo e bebendo de tudo um pouco!

Nos instalamos em umas chaises perto da praia. O hotel oferece 6 tipos de cerveja diferentes, mas fiquei só na Eisenbahn e minha mulher na água de coco. Estava tendo um show infantil e estavam servindo coxinhas de frango, pizza de calabresa e de presunto. Isso tudo na área da piscina perto da praia.





Ficamos mais um pouco por ali e subimos pra piscina superior, onde estavam servindo o café. Pedimos uns pães de queijo e café expresso. Os mosquitos eram tantos que não conseguimos ficar. Portanto, leve seu repelente de mosquitos. Minha esposa pediu um cheesecake de limão e levou para o quarto, só que, segundo ela, era horroroso e de cheesecake não tinha nada.

Também experimentamos uns biscoitos muito gostosos e perguntamos para a recepcionista do hotel onde poderíamos comprá-los e ela nos indicou uma loja na estrada – “Bolachas Maragogi”, onde paramos no dia da nossa saída, e fizemos umas comprinhas. Os biscoitos são ótimos para servir como petiscos, acompanhado de uma cervejinha.


A praia em frente ao resort é boa e merece umas horinhas do seu dia.



À noite o hotel fica ainda mais bonito, principalmente na área da piscina inferior.



Mas nem tudo em Maragogi se resume a ficar lagarteando no resort. No dia seguinte pegamos o carro e rumamos na direção norte para conhecer algumas praias.

A primeira que paramos foi a Praia do Antunes distante 7km do centro de Maragogi. Não tem estrutura nenhuma, mas o mar é excelente – com uma cor azul piscina, transparente e com ótima temperatura.




Ficamos um tempo lá e depois partimos para a praia de Ponta do Mangue onde paramos só para ver mesmo. É ali onde os recifes formam piscinas naturais cheias de peixes e que estavam lotados de barcos de passeio.




Mas o grande espetáculo da cidade é ir até as galés (as piscinas naturais de lá) de barco e aproveitar para se deliciar com a beleza daquele mar e também com os dóceis amiguinhos peixes.



No próximo post comentaremos como foi a nossa estadia na Praia de Carneiros, já no estado de Pernambuco. Até lá!


Comentários

Postagens mais visitadas