Canadá - Vancouver - North Vancouver

Em nosso segundo dia em Vancouver decidimos explorar as atrações do outro lado da Lions Gate Bridge – o município vizinho de North Vancouver.

Nossa primeira parada foi no Lynn Canyon Park, oficialmente aberto ao público em 1912 com 617 hectares, sendo um ótimo local para um piquenique em família ou para uma simples caminhada.

O Lynn Canyon Park dispõe de uma ponte pênsil que oscila a 50 metros acima do canyon - Lynn Canyon Suspension Bridge. É uma ponte semelhante à famosa Capilano Suspension Bridge, porém menor. A vantagem é que a entrada no Lynn Canyon é gratuita, ao contrário da sua prima famosa.

Lynn Canyon Park

Lynn Canyon Suspension Bridge

Lynn Canyon Suspension Bridge

Lynn Canyon Park

Em seguida nos encaminhamos para o Mount Seymour, popular estação de esqui no inverno, mas que no verão é um ótima opção para aqueles que gostam de uma boa caminhada em trilhas. Uma placa alertando sobre roubo de carros nos chamou a atenção. Será que estávamos no Canadá mesmo?

Placa alertando sobre roubo de carros

Mount Saymour
Um pouco mais ao leste de North Vancouver, encontra-se a vila de Deep Cove, um dos lugares mais bonitos de Vancouver que fica num vale de montanhas margeado pelo mar e pontuado por belas casas no meio da floresta.

Deep Cove

Deep Cove

Deep Cove

Deep Cove
 
Voltando para o oeste resolvemos conhecer o Lonsdale Quay Market, um mercado no estilo do existente em Granville Island (será comentado em um próximo post). O mercado foi inaugurado em 1986 durante a Expo 86 realizada na cidade.

Hoje, o Lonsdale Quay Market dispõe de 80 lojas de alimentos frescos, artesãos, restaurantes e um hotel boutique. Minha mulher ficou apaixonada por uns chocolates de lá e aproveitamos para levar algumas lembranças de Vancouver.

Lonsdale Quay Market
No mercado existe uma estação do Sea Bus, ferry que liga Vancouver a North Vancouver, proporcionando belas vistas de Vancouver.

Vista de Vancouver

Vista de Vancouver
Como a hora do almoço já estava se aproximando, partimos para Horseshoe Bay onde existe uma filial do The Boathouse, excelente restaurante de frutos do mar que proporciona uma bela vista da Horseshoe Bay, bem como da estação dos ferries da BC Ferries que seguem para a Ilha Vancouver (Victoria). Comemos um delicioso salmão por um preço razoável. Essa região é chamada de West Vancouver.

Não fomos a Victoria, mas pretendemos conhecer a cidade em uma próxima oportunidade.

Horseshoe Bay

Horseshoe Bay


Após o almoço fizemos uma parada não programada no Ambleside Park para apreciar um pouco a vista da cidade.

Ambleside Park

Ambleside Park


Para encerrar o nosso dia em North Vancouver nos dirigimos a Grouse Mountain, conhecida como “The Peak of Vancouver”. Para chegar ao pico precisamos pegar uma gôndola.

Grouse Mountain

Grouse Mountain

Vista de Vancouver de dentro da gôndola

Grouse Mountain


Existem outras atrações legais na região de North Vancouver e West Vancouver, mas que não conseguimos visitar como por exemplo a Capilano Suspension Bridge, a Cypress Mountain e o Lighthouse Park.

Veja o mapa das atrações em North e West Vancouver:

North & West Vancouver


Cruzando a Lions Gate, de volta a Vancouver, fomos jantar no restaurante Lift, onde tínhamos uma reserva às 19h. O restaurante é excelente, a comida é ótima, o atendimento impecável e a vista da região da Coal Harbour maravilhosa.

Experimentamos uma excelente combinação: Caesar Salad, filé com fritas e uma garrafa de espumante.

Restaurante Lift

Restaurante Lift

Restaurante Lift


Para encerrar o dia e fazer a digestão caminhamos pela região do Coal Harbour, uma das mais bonitas de Vancouver. O pôr do sol era geralmente às 21:15h.

Coal Harbour

Coal Harbour

Coal Harbour


No próximo post descreverei como foi o nosso terceiro dia em Vancouver.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas