Vermont – Rutland, Manchester e Bennington

Neste post comentaremos como foi conhecer a região sul do estado americano de Vermont em um trecho compreendido entre as cidades de Rutland e Bennington.




Como comentamos no primeiro post sobre Vermont, chegamos ao hotel Hampton Inn em Rutland à noite. O hotel era bem confortável e seus quartos bem equipados. Tinha um café da manhã simples, mas bem gostoso.

O hotel está muito bem localizado, próximo a um pequeno centro comercial com uma grande filial da Bed, Bath and Beyond e uma da Staples. Lá também encontramos uma filial do supermercado Hannaford.



Rutland é uma cidade com bons restaurantes, porém como passávamos o dia inteiro fora procurando pelas famosas cores da "fall foliage", apenas jantávamos por lá.

O primeiro bom restaurante que jantamos foi o Table 24. Restaurante rústico, mas com bom atendimento, cerveja canadense Labatt gelada e ótima comida.

Pedi uma carne com feijões e minha mulher uma massa. Apesar de as fotos não estarem muito boas, posso garantir que tudo estava excelente!



Outro bom restaurante em Rutland é o italiano Three Tomatoes. Pedimos, mais uma vez uma Labatt para beber e duas massas para comer. Recomendamos o lugar!



No nosso primeiro dia em Rutland entramos em contato com um casal de amigos nossos de New York City e, por uma agradável coincidência, soubemos que estavam passando o fim de semana em Manchester, Vermont, cidade localizada a 50 quilômetros de onde estávamos.

Como nosso roteiro não contemplava uma visita a NYC, não poderíamos perder a oportunidade de encontrar nossos grandes amigos. Após uns 50 minutos dirigindo pelas Rotas 7 e 7A finalmente chegamos na "cidade outlet", pois é uma cidade repleta de outlets por todos os lados.



Manchester foi uma agradável surpresa! Bem mais bonita do que Rutland, com ruas aconchegantes e arborizadas.








A nossa primeira parada foi no Hotel Equinox. Resolvemos entrar para uma visita, tirar umas fotos por lá, para depois partir para as compras.




Após intermináveis entradas e saídas em diversos outlets, resolvemos parar para comer alguma coisa. Escolhemos o Seasons. Lugar bem descontraído e com o cardápio variado.

Como lá vendia a Equinox Pilsner da cervejaria Northshire de Bennington, resolvemos pedir algumas, pois já havíamos experimentado no Blue Stone em Waterbury e gostado muito! Para comer pizza e salada!





Depois do almoço, entre uma compra e outra, aproveitei para tirar umas fotos das belíssimas paisagens da cidade.










No dia seguinte, já hospedados em Bennington, voltamos à Manchester para jantar com os nossos amigos e eles nos levaram no  "Brasserie L’ousteau de Provence", considerado o 5º melhor restaurante francês dos Estados Unidos. Bem, o lugar é legal, mas a comida não era lá essas coisas e ainda saímos de lá com cheiro de gordura.



Nosso último destino em Vermont era Bennington, localizada no extremo sul do estado, quase na divisa com os estados de Massachusetts e New York.

Saímos cedo de Rutland e resolvemos passar por pequenas estradas secundárias dentro das "Green Mountains" na esperança de ver as mais famosas folhagens avermelhadas, amareladas e alaranjadas do outono americano, pois até aquele momento Vermont tinha sido uma decepção nesse quesito, em virtude do já comentado no post anterior.

Passamos por pequenas cidades como Ludlow, Londonderry, Jamaica, Wilmington, dentre outras e a vegetação já estava muito seca e muitas das árvores já desfolhadas. Mais uma decepção!

Chegamos em Bennington e nos hospedamos em outro Hampton Inn, localizado, assim como o de Rutland, ao lado de um supermercado Hannaford.



Para comer, a grande sugestão é ir até a “Madison Brewing CO.”, local que abriga, além de uma cervejaria, um pub e um restaurante. Lá são fabricados diversos tipos de cerveja e o menu é bem variado. Mas como o lugar estava lotado e a nossa fome era enorme, resolvemos procurar outro local para almoçar.

Acabamos em um restaurante bem local, o Jensen’s, cujas atendentes conheciam todos os que estavam almoçando lá. Pedimos um sanduíche de rosbife e uma carne. Minha mulher considerou a batata frita de lá como a melhor da viagem!

As primeiras atrações que todos os visitantes devem conhecer são as pontes cobertas localizadas próximas ao hotel Hampton Inn. São três pontes – Silk Road, Paper Mill e Henry.

As pontes Silk Road e Paper Mill foram os nossos primeiros destinos. As pontes são bem parecidas e a vegetação nas proximidades nos dava uma esperança de que ainda poderíamos encontrar o ápice da fall foliage em Vermont.



A próxima ponte coberta – a Henry, proporciona uma belíssima oportunidade de fotos incríveis. É lógico que aproveitamos!





De lá rumamos para o “Center for the Arts” de Bennington, onde existem exposições de arte dos nativos americanos e de esculturas de pássaros.




Conhecemos a exposição dos pássaros! Bem interessante. Perfeito!



Mas, o principal motivo de nossa ida ao local era conhecer o “The Covered Bridge Museum”, um museu totalmente dedicado às pontes cobertas.





Logo na entrada temos uma visão geral do espaço, onde realmente encontramos tudo sobre as pontes cobertas.




Uma parte bem interessante é sobre a evolução das estruturas das pontes cobertas.



O museu contém ainda uma sala onde filmes sobre as pontes são expostos, livros, maquetes, fotos e informações sobre algumas pontes que foram destruídas.




Deixando o museu, resolvemos ir conhecer o "Bennington Battle Monument", monumento histórico da cidade. Porém, quando nos encaminhávamos para lá pela Walloomsac Road nos deparamos com uma propriedade particular com várias "maple trees" vermelhas. Viajamos para Vermont para ver aquele tipo de paisagem avermelhada e ali estava ela! Finalmente!















Enquanto estávamos tirando as fotos, bem tímidos inicialmente, um casal com feições orientais também chegou para tirar fotos. Em alguns minutos o dono da propriedade apareceu e imaginamos que fosse dizer que estávamos invadindo sua propriedade, mas, para nossa surpresa, ele disse que poderíamos ficar à vontade para nos aproximar mais e tirar as fotos que quiséssemos! Aí fizemos a festa!








Depois do festival de fotos, voltamos para o carro e nos dirigimos para o "Bennington Battle Monument", o que rendeu outras fotos muito bonitas, não só do monumento, mas também do entorno.







O monumento tem cerca de 100 metros de altura e foi feito em homenagem a uma batalha lá ocorrida em 1777. Não subimos até o topo, mas as senhoras que trabalham na loja de conveniência do local nos afirmaram que a vista é muito bonita e que dá ver 3 estados lá do alto: Vermont, New York e Massachussets.






Para finalizar nossa passagem por Vermont não poderíamos deixar de trazer um autêntico exemplar do "maple syrup" de Vermont que nos foi carinhosamente presenteado pelos nossos amigos de New York City.



O mapa a seguir mostra a localização das principais atrações citadas neste post:



No próximo post comentaremos como foi a nossa estadia na cidade de Newport, localizada no estado de Rhode Island. Até lá!


Comentários

  1. Oi Claudio. Que imagens maravilhosa.s.... o que é esse tom de vermelho das maples? E as pontes cobertas? Imagino como essa viagem foi linda para vocês.... Não vejo a hora de ver tudo isso pessoalmente....

    Abraço

    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luciana,

      Realmente foi muito legal essa parte da viagem.

      Grande abraço!

      Excluir
  2. Oi Claudio, que fotos maravilhosas, estou muito ansiosa para minha viagem, fiz meu roteiro baseado no seu, estava esperando muito o post sobre Vermont, não inclui a cidade de Manchester em meu roteiro, fiquei muito interessada em conhecê-la mas não sei se vai dar tempo, estou marcando as suas dicas de restaurantes, espero que goste tbm da comida. Consegui reservar quase os mesmos hotéis que vc indicou mas em algumas cidades não tinha mais vaga, mas tudo bem vamos conhecer outros hotéis. Meu roteiro ficou assim, vê se ficou legal. Chego em NY dia 02.10 vou para Boston de trem e pego um carro lá, aluguei pela Alamo que foi sua indicação, vou só colocar as cidades e não os períodos ok, Salem, Portland, Bar Harbor, North Conway, Rutland, Bennington, New Haven (Connecticut) vamos para conhecer a cidade e YALE, Newport, Providence e Boston, o que vc. acha deste roteiro. Abraços e posta logo os outros post que estou curiosíssima para ver as belezas da Nova Inglaterra. Sílvia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvia,
      O seu roteiro está bem completo. Só tome cuidado com o total dos dias, pois você pode não ter tempo de conseguir ver tudo.
      Dessas cidades eu não conheci Providence, Salem e New Haven. As outras são bem legais.
      Em breve postarei o de Newport.
      Abraço

      Excluir
  3. Oi Claudio acho que vai dar tempo sim, pois essas cidades são as nossas bases pelo menos um dia em cada, Bar Harbor 2 dias, North Conway 3 dias, estou louca para ver as pontes cobertas que fotos lindas e as folhagens são maravilhosas, e no aguardo do post sobre Newport. Abraços Sílvia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Silvia,
      Essa viagem é sempre bem bonita.
      Boa viagem e continue nos acompanhando.
      Abraço

      Excluir
  4. Esse é o seu post mais lindo, Claudio! Que fotos sensacionais.. Parabéns!

    Eunice Brandão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Eunice.

      Muito bom saber disso.

      Além desses posts da Nova Inglaterra, gosto muito daqueles das Montanhas Rochosas do Canadá.

      Abraço!

      Excluir
  5. Clauuuudiiiooo!!!

    Você pode não acreditar, mas meus olhos se encheram de lágrimas quando vi as fotos das folhagens.

    Pretendo conhecer a região de NE para comemorar minhas Bodas de Prata no final de setembro e começo de outubro.

    Estou usando suas dicas para organizar nosso roteiro.

    O B R I G A D A por tantas dicas maravilhosas.

    Tenha certeza que você, também, está contribuindo para a realização de um sonho.
    Um forte abraço.

    Águida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras Águida!

      Que bom que estamos te ajudando na realização de seu sonho. Parabéns pelas bodas de prata! Certamente vocês irão comemorar em grande estilo, pois a região da Nova Inglaterra é muito bonita.

      A dica que sempre dou é a seguinte: tente esticar até a província de Quebec no Canadá. A região é pouco explorada, mas é igualmente deslumbrante!

      Fique à vontade para fazer novas perguntas, ok?

      Grande abraço!

      Excluir
  6. Que post incrível!!!! Em uma à Filadélfia vamos aproveitar para ir ao Bennington Museum. E procurando dicas para aproveitarmos melhor nosso tempo, me deparo com seu post. Que precioso foi encontrar suas dicas. Fora esse espetacular desfile de fotográfico. Estamos indo agora em Setembro, será que vamos ver alguma dessas maravilhas que vocês viram?
    Mais uma vez obrigada pelas dicas valiosíssimas!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Keka.

      Realmente essa viagem foi show!

      Em setembro você deverá encontrar a vegetação já um pouco avermelhada sim.

      Aproveite a viagem e volte sempre!

      Excluir
  7. Oi Cláudio! Td bem? Adorei seu post e estava mesmo procurando algo bacana sobre Bennington. Pretendo ir neste sábado agora, em que época você foi? Será que ainda encontrarei a folliage? Obrigada! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Camila,
      Eu fui no começo de outubro, em plena fall foliage. Em novembro as árvores já devem estar secas, mas isso não é uma ciência exata. Consulte um desses sites que acompanham como anda a coloração das folhas nos estados da Nova Inglaterra.
      Grande abraço e volte sempre!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas