Setembro em Portugal – 1000 km de estrada e outros tantos a pé, de bonde,...

Conhecer a “terrinha” foi uma das melhores satisfações que já tivemos na vida. Ter a oportunidade de conhecer Aveiro, a terra natal dos meus avós, admirar as inigualáveis paisagens da região do Alto Douro, apreciar a bela Guimarães - o berço do país, visitar o Santuário de Bom Jesus do Monte, em Braga, nos hospedar na Pousada Monte de Santa Luzia com sua vista única da cidade de Viana do Castelo e do Santuário do Sagrado Coração de Jesus, passear pela região da Ribeira na cidade do Porto, experimentar toda a religiosidade de Fátima, curtir Nazaré, a terra das ondas gigantes, percorrer as vielas da histórica Óbidos, nos encantar com as formações rochosas do Peniche, vivenciar um domingo de sol em Cascais, passear pela bela Sintra e, finalmente, nos esbaldar na estonteante capital Lisboa, nos fez estudar durante meses o país e pesquisar bastante sobre os seus pontos imperdíveis.



Terminada a pesquisa, o nosso itinerário ficou assim definido:

·   Carro alugado na Guerin por intermédio do site da Rental Cars, retirado em 9/9/2015 no aeroporto do Porto e devolvido em 22/9/2015 no Centro de Lisboa;
·         2 noites em Adorigo, Douro;
·         1 noite em Guimarães;
·         1 noite em Viana do Castelo;
·         4 noites no Porto;
·         1 noite em Aveiro;
·         1 noite em Fátima;
·         1 noite em Óbidos; e
·         5 noites em Lisboa.

Douro

Guimarães

Viana do Castelo

Porto

Aveiro

Fátima

Óbidos

Lisboa
Com o itinerário definido passamos a pesquisar os hotéis onde nos hospedaríamos. Resolvemos reservar a maioria dos hotéis no booking.com. A única exceção foi o de Lisboa cuja reserva foi efetuada no site do hotel:

·         Quinta de Santo Antonio – Adorigo, Douro;
·         Hotel da Oliveira – Guimarães;
·         Pousada de Viana do Castelo – Viana do Castelo;
·         Design Oporto Flats – Porto;
·         Veneza Hotel – Aveiro;
·         Hotel Anjo de Portugal – Fátima;
·         Casa de S. Thiago do Castelo – Óbidos; e
·         IBIS Liberdade – Lisboa.

Quinta de Santo Antonio

Hotel da Oliveira

Pousada de Viana do Castelo

Design Oporto Flats

Veneza Hotel

Hotel Anjo de Portugal

Casa de S. Thiago do Castelo

IBIS Liberdade

Mas a nossa viagem não se resumiu a conhecer as cidades onde nos hospedamos. Essas cidades foram apenas as nossas bases, os nossos pontos de apoio. Diversos lugares no caminho entre as nossas bases e próximos a elas também foram desbravados, como por exemplo:

·         Pinhão;
·         Casa de Mateus, Vila Real;
·         Braga;
·         Ponte de Lima;
·         Matosinhos;
·         Vila Nova de Gaia;
·         Gafanha do Nazaré;
·         Ílhavo;
·         Castelo do Almourol, Vila Nova da Barquinha;
·         Convento de Cristo, Tomar;
·         Alcobaça;
·         Nazaré;
·         Peniche;
·         Sintra;
·         Palácio Nacional de Queluz; e
·         Cascais.

Pinhão

Casa de Mateus

Braga

Ponte de Lima

Matosinhos

Vila Nova de Gaia

Praia da Barra, Gafanha do Nazaré

Costa Nova do Prado, Ílhavo

Castelo do Almourol

Convento de Cristo

Alcobaça

Nazaré

Peniche

Sintra

Palácio de Queluz

Cascais

Nossa viagem teve início no aeroporto do Porto. O carro alugado foi devolvido em nosso segundo dia em Lisboa, o suficiente para que conhecêssemos Cascais, Queluz e Sintra, pois em Lisboa o serviço de transporte público é bem eficiente.

Ao final da viagem, quando devolvemos o carro tivemos a curiosidade de verificar que tínhamos rodado cerca de 1000 quilômetros, mas ainda restaram 3 dias a pé pela capital portuguesa.

O mapa abaixo mostra como foi o nosso “passeio” por Portugal:



Mas como em toda viagem, alguns lugares que tínhamos planejado conhecer acabaram ficando para trás, por absoluta falta de tempo. Dentre os principais, destacamos:

·         Castelo de Ourém;
·         Mosteiro de Batalha;
·         Sesimbra;
·         Setúbal; e
·         Évora.

É lógico que um dia voltaremos para conhecer esses lugares e, também, as belas praias do Algarve.

Nos próximos posts comentaremos com detalhes a nossa viagem, com dicas, curiosidades, mapas e muitas fotos. Mas, já podemos antecipar que tivemos 16 dias de tempo bom, com exceção de um único dia no Porto, onde uma tempestade nos deixou presos no apartamento quase o dia inteiro, com uma pequena trégua para almoçarmos em um restaurante com estacionamento coberto e para compras no supermercado para abastecer o apartamento para o restante do dia.



Comentários

Postagens mais visitadas