Califórnia – Big Sur

Big Sur é o trecho da Pacific Coast Highway (rodovia CA-01) compreendido entre Carmel e San Simeon. Esse trecho é considerado o mais belo da famosa rodovia, com dezenas de paisagens de tirar o fôlego, como praias, cachoeiras, penhascos, pontes, além de suas sinuosas curvas.




Percorrer esse trecho dura cerca de 2h30min, mas como são inúmeras paradas “obrigatórias” durante o percurso, a nossa viagem durou cerca de 9 horas, sem englobar todos os pontos interessantes do percurso.
Nossa primeira parada foi no Point Lobos State Natural Reserve, local que cuida da preservação dos lobos marinhos, bem próximo à Carmel. Existem dois caminhos dentro do parque, que é pago – o Point Lobos e o Whaler’s Cove. Resolvemos limitar a nossa visita à Whaler’s Cove, lugar com paisagens incríveis.



De volta à estrada, começamos a notar que a cada minuto aquelas paisagens que conhecíamos de filmes e revistas começavam a se aproximar. É evidente que várias vezes parávamos e olhávamos para observar o que tinha ficado para trás.



Passamos pela Rocky Creek Bridge, mas não paramos. A seguir encontramos um dos cartões postais da Highway 1 – a Bixby Bridge. É lógico que paramos para tirar umas fotos. Existe um pequeno ponto de parada um pouco antes da ponte. O visual de lá é incrível!




Uma boa dica é ir até o outro lado da estrada e observar a famosa ponte de um outro ângulo


Um pouco mais a frente encontra-se um mirante que oferece uma linda vista da Bixby Bridge – o Hurricane Point.

Continuamos dirigindo pela estrada e logo avistamos o Point Sur Lightstation, um farol de 1889 que fica no alto de uma grande rocha.


Em seguida resolvemos explorar uma das praias da região. Escolhemos a Pfeiffer Beach, uma linda praia que possui acesso pago. Uma informação importante é que o acesso para a estrada que leva até a praia é meio complicado de se enxergar da Highway 1. Tomem cuidado!





Como a fome chegou e estávamos próximos ao famoso hotel e restaurante Post Ranch Inn, resolvemos tentar almoçar por lá. Todos os blogs de viagem relatam que é praticamente impossível almoçar no restaurante sem efetuar uma reserva. Para nossa surpresa conseguimos uma mesa e sem fila de espera.
O restaurante fica em uma colina com uma excelente vista do mar. A comida era gostosa e ainda experimentamos duas cervejas artesanais californianas.



Terminado o almoço, voltamos para a Pacific Coast e a nossa parada seguinte foi no lugar mais impressionante de toda a estrada – o Julia Pfeiffer Burns State Park, com a linda vista da praia onde uma cachoeira cai no mar, a McWay Falls.
A entrada para o parque é paga e fica a esquerda da estrada no sentido norte-sul. Lá existe um estacionamento, sendo necessário percorrer uma pequena trilha, que inclui até uma passagem por baixo da Highway 1, para alcançar o mirante de onde temos uma excelente vista da cachoeira.
Uma curiosidade é que a McWay Falls terminava no mar. Porém, em 1983 um deslizamento mudou o cenário, criando uma praia que, segundo estudos, pode desaparecer no futuro em virtude dos constantes movimentos do mar e da terra.









Após a parada mais impressionante de nossa jornada, voltamos para a estrada rumo ao nosso hotel em San Simeon e as paisagens continuavam impressionantes.



Um pouco mais adiante mais uma bela ponte – a Big Creek Bridge. Para uma boa foto dela recomendamos parar no mirante conhecido como North Gamboa Vista Point e aproveitar.


Nessa altura da nossa jornada, a famosa névoa que atormenta os visitantes começou a dar as caras timidamente, mas já preocupando quem seguia no sentido contrário ao nosso.



Em seguida avistamos a entrada de outro parque famoso – o Limekiln State Park, mas não paramos. Esse trecho da estrada também é bem pitoresco.








O próximo ponto avistado foi o Piedras Blancas Light Station, um farol de 1875.


Logo em seguida avistamos um ponto onde havia uma grande concentração de pessoas e resolvemos dar uma paradinha para verificar o que estava acontecendo. Tratava-se do Piedras Blancas Elephant Seal Rookery, local onde existe uma grande concentração de elefantes marinhos.




O nosso destino já estava bem perto – o hotel Best Western Plus Cavalier Oceanfront Resort. O hotel fica na beira da estrada, bem em frente ao mar. Nosso quarto tinha uma vista muito bonita do oceano. O interessante é que o hotel tem várias lareiras enormes de frente para o mar, onde os hospedes podem se reunir ao redor.



Chegamos a tempo de acompanhar o pôr do sol, mas àquela altura do dia a névoa característica da região já dominava a paisagem.


Fizemos reserva no restaurante ao lado do hotel. Comemos uma carne e bebemos umas cervejas. A comida estava boa, mas nada de extraordinário.

Uma atração que não conseguimos visitar foi o Hearst Castle, pois já estávamos bem cansados. Resolvemos deixar para conhecê-lo no dia seguinte, mas como a névoa não colaborou decidimos partir rumo à Solvang que será tema do nosso próximo post. Até lá!


Comentários

Postagens mais visitadas