Califórnia – Carmel

Carmel é uma pequena cidade litorânea da Califórnia, famosa por seu belíssimo pôr do sol e pelo fato de Clint Eastwood ter sido Prefeito no período de 1986 a 1988.



Em Carmel nos hospedamos no Carmel Bay View Inn da rede Best Western. O quarto era bem espaçoso e tinha uma boa vista do mar.




Para quem vai pela primeira vez a Carmel a dica é circular pelo quadrilátero formado pelas seguintes ruas: Junipero Ave., Monteverde St., 5th Ave. e 8th Ave.

Por ali podemos passear tranquilamente admirando a pequena cidade sem se preocupar com o tempo. Essa área tem muitas lojas de antiguidade e galerias de arte.




Os restaurantes também estão localizados nessa região. Experimentamos, inicialmente, o Vesuvio, restaurante italiano localizado na 6th Ave.
A comida de lá não era nada extraordinária com exceção da sobremesa. Comemos umas Bruschetas de entrada e depois uma pizza. Tudo muito sem sabor. As sobremesas, no entanto eram boas: tiramisu e um creme brullé com calda de laranja crocante.

Outro restaurante onde comemos foi no Pepe Little Napoli, que por coincidência é do mesmo dono do Vesúvio.
Mas, ao contrário do primeiro, a comida deste estava deliciosa. Pedimos um “Baked Cannelloni Tricolore”, com 3 tipos de molhos diferentes e um nhoque à gorgonzola. E repetimos o creme bruleé de sobremesa. Para beber, cerveja italiana.

Um restaurante bem bacana é o Hog’s Breath Inn, cujo antigo dono foi Clint Eastwood. Aliás, a decoração do restaurante é toda baseada no famoso ator e antigo prefeito da cidade. Foi a segunda melhor refeição que fizemos na Califórnia. A primeira havia sido no Celadon em Napa.
Pedimos um espumante da Mumm, uma ceasar salad, um rib eye e um salmão. Tudo ótimo!


Outra coisa imperdível em Carmel é assistir ao pôr do sol na praia. Não demos muita sorte, pois os dias não estavam muito claros, mas vale a dica!




Para quem gosta dos centros comerciais americanos, fora do centro da cidade está localizado o Crossroads que abriga algumas lojas.

Também fora do centro de Carmel fica a “Carmel Mission”, a missão de Carmel. A entrada é paga. Resolvemos conhecer o seu interior, pois as missões da região são bem legais. Tudo bem que, pra quem teve missionários jesuítas como nós tivemos no Brasil, não tem tanta novidade. Mas a arquitetura do local é bem interessante e é incrível como eles têm o cuidado de conservar tudo bem direitinho.












Para encerrar a estadia em Carmel partimos para conhecer a 17 Mile Drive, uma linda estrada que cruza os municípios de Carmel e Monterey.
Existem 4 entradas para a 17 Mile Drive: “Carmel Gate”, “Samuel F. B. Morse Gate”, “Country Club Gate” e “Pacific Grove Gate”.
A entrada é paga e o visitante recebe um mapa onde os 21 pontos de parada são destacados por números. Iniciamos pela entrada de Carmel, fomos até a parte localizada em Monterey e depois retornamos para Carmel. Realmente o visitante acaba parando nos 21 pontos. É impressionante! Muito legal!











No próximo post comentaremos como foi percorrer a parte mais bonita e conhecida da Pacific Coast Highway – o trecho entre Carmel e San Simeon, passando pelo Big Sur. Até lá!


Comentários

Postagens mais visitadas